FOTOGALERIA: Dez anos de Todo o Terreno em Portugal

Ir em baixo

FOTOGALERIA: Dez anos de Todo o Terreno em Portugal

Mensagem  Alentejano em Qua Set 21, 2011 11:10 pm

Há muito se diz que o Nacional de Todo o Terreno está em crise, mas a verdade é que nos últimos tempos a palavra tem ganho novos e mais alargados significados. Em Portugal, o nosso campeonato já foi o melhor do Mundo, agora luta para sobreviver. Provas anuladas, crise instalada e ausência de soluções para dar a volta à situação.
Um pouco contra a corrente, e durante vários anos, o campeonato de Todo-o-Terreno português foi considerado como o melhor do Mundo. Os melhores pilotos, as melhores máquinas e algumas das melhores provas tinham cunho nacional e as grandes referências internacionais sabiam que vir até cá significava... trabalho.



Mas isso já lá vai e o presente tem muito de preocupante, pois apesar de um ou outro regresso à competição e de projetos privados, o CPTT vive dias conturbados, devido às sucessivas anulações de provas, ausência de promoção e, inevitavelmente, projetos redirecionados. Carlos Sousa regressou ao ativo após paragem de ano e meio, e já voltou a ir-se embora, Miguel Barbosa apostou numa carreira repartida entre TT e Velocidade, Filipe Campos e Bernardo Moniz da Maia abandonaram o campeonato e Rui Sousa não tem presença contínua, entre outros.



Opiniões divergem



Do lado dos organizadores, há quem diga que "A nossa realidade não comporta este calendário.", do lado dos pilotos, os argumentos para explicar o que poderá estar por detrás destas anulações são vários. Para Miguel Barbosa, faz sentido continuar a falar de TT em Portugal. "O TT faz parte do ADN competição nacional". Posição reforçada por Carlos Sousa. "A Velocidade, os estádios, algumas modalidades têm bancadas vazias e não se pensa em terminar com o desporto. Menos organizações, mas melhor organizadas seria suficiente", partilha. Vencedor da Taça FIA (T2) em 2010, e com presença permanente no CPTT deste ano, Nuno Matos identifica alguns. "A crise que o país atravessa responde a uma parte do problema, mas sendo a FPAK a responsável pela organização do campeonato, também lhe caberá uma parte da responsabilidade. Se os pilotos e as equipas fazem o seu trabalho de casa e conseguem viabilizar os seus projetos para competir num campeonato com regras definidas, é difícil aceitar que as provas sejam anuladas já no decorrer da época sem respeitar os interesses da modalidade, dos seus adeptos e claro, dos pilotos e dos compromissos por si assumidos".



Todos têm as suas razões, e explicações para o facto, mas a verdade é que num país pequeno como Portugal chegámos a ter uma competição ímpar...em todo o mundo. Nos últimos anos, especialmente desde 2008 para cá, crise global ajuda a explicar muita coisa, mas basta olhar para as fotogalerias que publicamos em anexo para perceber que o nosso campeonato foi perdendo fulgor, carros, pilotos, e agora até já provas como a Baja 1000 perdeu. Reveja mais de seis centenas de fotos do CPTT dos últimos 10 anos, e perceba o que foi ficando pelo caminho.



FOTOS: http://autosport.aeiou.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=as.stories/100058#ixzz1YcTyxNHd
avatar
Alentejano

Mensagens : 72
Data de inscrição : 02/11/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum